Cursos

Consumo consciente

Redação Central
Escrito por Redação Central

O final do ano chegou e com ele as perspectivas de aumento das vendas. É claro que as empresas precisam planejar as promoções e aproveitar o período, mas também devem estar atentas ao seu papel no desenvolvimento sustentável. E ninguém melhor que o consumidor para alertá-lo nesse momento.

 

O consumo consciente é uma tendência no Brasil e no mundo e tem cada vez mais orientado os modelos de negócios das empresas, inclusive as de pequeno porte. “Esse comportamento é uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta”, destaca a analista da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae Minas Luciana Lessa.

 

A disseminação dessa prática leva em conta o fato de que todo ato de consumo causa impacto (positivo ou negativo) na economia, nas relações sociais e no próprio consumidor. “Ao ter consciência desses impactos na hora de escolher o que comprar, de quem comprar e definir a maneira de usar e como descartar o que não serve mais, o consumidor pode maximizar os impactos positivos e minimizar os negativos. Com essa atitude ele contribui com seu poder de escolha para construir um mundo melhor”, reforça Luciana Lessa.

 

Simples assim, mas como esse comportamento em ascensão pode melhorar o posicionamento das empresas no mercado? Segundo a especialista do Sebrae, “o consumidor consciente valoriza as iniciativas de responsabilidade socioambiental das empresas, dando preferência às companhias que mais se empenham na construção da sustentabilidade, por meio de práticas cotidianas.”

 

E como as micro e pequenas empresas podem se ajustar a essa tendência? “Com gestos simples, mostrando ao consumidor o seu compromisso com o desenvolvimento socioambiental”, responde Luciana Lessa. O primeiro passo é entender quais são os pontos de atenção do consumidor consciente.

Vamos a eles:

 

  • O consumo consciente é caracterizado por quatro dimensões: consciência ecológica, economia de recursos, reciclagem e planejamento do consumo.
  • Consumir de forma consciente não significa ter de se privar de uma vida mais confortável, mas reduzir, reciclar e reaproveitar tudo o que for possível a fim de contribuir para a preservação do meio ambiente e o equilíbrio do planeta.
  • Ao escolher os produtos que consome, o consumidor consciente leva em conta o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca. Percebe que pode ser um agente transformador da sociedade por meio dos seus hábitos de consumo.

Imagem Free Pick

Sobre o autor

Redação Central

Redação Central

Central Empreendedor é um lugar para você descobrir, desde os primeiros passos, os caminhos para se tornar um verdadeiro empreendedor.

Aqui você tem acesso a matérias sobre motivação, inovação, oportunidades e tudo o que você precisa para crescer no seu negócio.

Comentários